Dicas de Gestão

Como o controle de custos pode ajudar na gestão financeira da sua empresa

Leia nosso artigo e entenda como o controle de custos pode ajudar na gestão financeira de sua empresa. Acompanhe e tire todas as suas dúvidas!

Você sabe o que é o controle de custos e como ele pode otimizar a gestão financeira da sua empresa?

Ao empreender, todo empresário precisa redobrar sua atenção com aspectos como a gestão financeira, gestão de fluxo de caixa e também com a gestão de estoque.

No entanto, muitos acabam cometendo o erro de ignorar a realização do controle de custos de sua atividade empresarial.

Portanto, sabendo da importância deste assunto, preparamos este conteúdo. Leia nosso artigo e entenda como o controle de custos pode ajudar na gestão financeira de sua empresa. Vamos lá?

O que é o controle de custos?

O controle de custos é uma das atividades mais importantes dos custos fixos e dos custos variáveis de uma empresa.

Lembrando que, por meio de uma gestão eficiente, se torna possível realizar uma redução de custos de forma assertiva.

Dessa forma, para a realização deste controle, é possível contar com apoio de diversas ferramentas e/ou métodos, uma vez que a adoção de cada ferramenta atenderá a um objetivo específico.

No entanto, para que um bom resultado seja alcançado, é preciso fazer a identificação de todos os seus gastos, despesas e investimentos, para que assim possa reduzir os seus custos e ainda aperfeiçoar todos os seus processos internos.

Aproveite para aprender mais lendo: Reestruturação financeira: como planejar as finanças em situações adversas

Como fazer o controle de custos na sua empresa?

A seguir, iremos compartilhar com o leitor algumas dicas importantes que podem ajudar a sua empresa a realizar o controle de custos de forma assertiva. Vamos lá?

Custos fixos e variáveis 

Primeiramente, é preciso compreender o que são os custos fixos, assim como os variáveis. Isso porque a sua distinção impacta diretamente na realização do controle de custos e no alcance de bons resultados de sua gestão.

Desta forma, entendemos como custos fixos todos os custos que não apresentam aumento ou redução ao longo de um período ou em detrimento ao volume de produção.

Já os variáveis, como o próprio nome sugere, podem ser apontados como os gastos que apresentam oscilação de acordo com o volume de vendas de uma empresa.

Sendo assim, é de fundamental importância que o empreendedor calcule cada um destes custos de maneira correta, para que assim possa compreender o quanto está sendo gasto no desenvolvimento e produção de sua atividade empresarial.

Custos e despesas 

Os custos do processo de uma empresa estão relacionados com o tipo de investimento aplicado em toda a atividade de um negócio.

Ou seja, na compra de materiais, aluguel de imóvel, pagamento do salário de funcionários, dentre outros.

Enquanto as despesas correspondem aos recursos destinados a manutenção não sofrem variações conforme o seu volume de produção. Sendo elas comissões de vendedores, contas de telefone, internet e etc.

Sendo assim, é importante que o empresário compreenda cada um destes recursos, evitando assim confundi-los. 

Confira mais sobre: Geração de caixa: um plano para quando parecer que não há alternativas.

Lucratividade e rentabilidade 

Os custos e despesas, explicados anteriormente, são indicadores importantes e que auxiliam para que um gestor consiga realizar um controle de custos eficiente em sua jornada.

Além deles, também é preciso compreender termos como lucratividade. Por meio desta, se torna possível fazer uma leitura dos números referentes aos ganhos sobre o seu processo de vendas ou prestação de serviços.

Por último, temos a rentabilidade, que irá indicar a capacidade de retorno sobre os investimentos realizados.

Aprenda a fazer o controle de custos na prática

Agora que o leitor já compreende quais são os parâmetros mais importantes, chegou o momento de entender como se deve realizar o controle de custos na prática em sua gestão. 

Acompanhe todos os nossos passos:

  • Organize o fluxo de caixa;
  • Identifique o que é dinheiro fora (valores a receber) e o que é dinheiro dentro;
  • Faça uma redução de custos estratégica.

Ao longo de nosso conteúdo, compartilhamos dicas fundamentais que podem auxiliar todo gestor na hora de fazer o controle de custos de sua empresa de maneira assertiva.

Não deixe de contar com apoio de um serviço especializado. Conte sempre com o auxílio de nosso time. Gerenciamos diariamente o financeiro dos nossos clientes, desde o acompanhamento de contas a pagar, controle da inadimplência, até a interpretação dos relatórios financeiros. Tudo isso de forma prática e eficiente. Fale hoje mesmo com os nossos consultores. 

Confira também as nossas redes sociais e acompanhe o nosso blog. Estamos sempre compartilhando novos conteúdos e dicas como nossos leitores e que podem ajudar na gestão de sua empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *